quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Para além das abelhas !


A turma de CEF de 2º ano, no âmbito da disciplina de Cidadania e Mundo Atual, está a realizar uma campanha de recolha de alimentos, roupa e brinquedos que reverterá a favor de famílias carenciadas. Nesta época natalícia, solicita-se à Comunidade Educativa que contribua e seja solidária. Juntos podemos fazer a diferença!

terça-feira, 6 de novembro de 2012

XI Feira Nacional de Mel - LUSO

No próximo Sábado dia 11 de Novembro de 2012 irá decorrer a XI Feira Nacional do Mel juntamente com o XIII Forum Nacional de Apicultura no Luso a sensivelmente 30 km de Coimbra.

A Escola Profissional Agrícola Quinta da Lageosa irá marcar presença através do seu Núcleo de Apicultura e da turma do T.R.F.A. do 2º ano (Técnicos de Recursos Florestais e Ambientais).

Com a ida a esta feira esperamos ver inovação em material no sector apícola assim como, não sendo o objectivo principal da feira, a prova de mel de novos apicultores.

Juntamente deixo a foto do Grande Hotel do Luso onde podem aproveitar para passar o fim de semana.


segunda-feira, 5 de novembro de 2012

4ª Curiosidade - Tosse? Mel e Agriões...


XAROPE CASEIRO DE AGRIÕES E MEL:

Este xarope é indicado para a tosse como expectorante e anti-microbiano.

Ingredientes:
  • 1 Chávena de chá de Mel
  • 3 dentes de Alho
  • 1 Cebola média
  • 1 maço de Agriões
  • 1L de água
Ponha a água ao lume e espere que esta ferva.
Numa picadora pique a cebola, o alho e os agriões e junte-os à água.
Deixe em lume brando durante uns 15min.
No final, coe o preparado e ponha-o num frasco de vidro hermeticamente fechado. Junte o mel e misture-o bem. Guarde no frigorífico.
Deve tomar uma colher de chá de 30 em 30min até a tosse acalmar, depois tome a mesma dosagem mas de 2 em 2h.

Fonte: http://asenhoradomonte.wordpress.com/2012/10/30/1251/

sexta-feira, 2 de novembro de 2012

XI Feira Nacional do Mel | XIII Forum Nacional de Apicultura


A Escola Profissional Agrícola Quinta da Lageosa vai fazer-se representar pelo Núcleo da apicultura e por alguns alunos da turma T.R.F.A, 2º ano.

Depois do grande trabalho que se tem vindo a desenvolver na escola na área da apicultura nada como estar presente com os melhores da área e poder observar futuros negócios no ramo.

Será uma grande oportunidade para alguns alunos que queiram desenvolver a sua PAP nesta área ou queiram desenvolver algum projeto  apicola.



A vila do Luso vai receber nos próximos dias 9, 10 e 11 de novembro, a XI Feira Nacional do Mel e a 13ª edição do Fórum Nacional de Apicultura. Um evento promovido pela FNAP - Federação Nacional de Apicultores de Portugal, em conjunto com a Associação de Apicultores do Litoral Centro, a Câmara Municipal da Mealhada e a Junta de Freguesia do Luso, que pretende ser o ponto de encontro do setor apícola português, possibilitando contatos comerciais privilegiados e a realização de negócios, através da ação direta entre comprador e produtor.

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Devolução das caixas vazias ao apiário

Depois de extrair o mel dos favos, chegou o dia de devolver as caixas vazias ao apiário.


Carregou-se as caixas na carrinha para facilitar o trabalho.
Depois de nos dirigirmos ao apiário vestimos os fatos e ficamos bem equipados por que foi-nos explicado pelo professor Cristóvão que esta operação era uma das mais difíceis na apicultura porque as abelhas podiam estar agressivas, devido à cresta.


As caixas foram todas postas, por trás das colmeias para facilitar a reposição das vazias e assim evitar que muitas abelhas morressem esmagadas e diminuir o tempo de exposição (abertas) por causa da falta de calor e da agressividade das abelhas.
  
 E assim ficou o Apiário pronto para que as nossas amigas voltem a produzir mel na primavera ou quem sabe ainda antes...

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

EPAQL no Facebook

3ª Curiosidade


As abelhas têm cinco olhos. São três pequenos no topo da cabeça, que são usados para enxergar melhor dentro da colméia, e dois maiores na frente para uso normal .
A velocidade  das abelhas é de 17 Km por hora.
O som produzido pelas abelhas chama-se  Azoinar

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Uma semanita depois... Enfrascou-se!?!!

Com um pouco de atraso, mas a tempo, por cá segue a aventura do mel na Quinta da Lageosa. 

Na Terça-feira 9 de Outubro iniciamos o processo de enfrascamento dado que o mel já tinha decantado e os "clientes" já nos pressionavam questionando onde estava o mel tão bom provado em favo há uma semana...

Como não só de pão vive o homem, também tivemos a nossa dose dura de limpeza, verificando e limpando as alças a repor nas colmeias para elas aproveitarem algum mel escorrido durante a extração.




E a limpeza do material usado é também importante...



 Voltando ao enfrascamento...

A arte de mexer na torneira


E a limpeza é talvez o mais importante...



E no fim o prémio, um risco para a fotografia, mas sabíamos que ficava bem...



E os culpados do costume...


Na próxima vez vem a rotulagem... Se houver tempo para isso...

domingo, 14 de outubro de 2012

quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Dia da Apicultura - Harton Sacramento - 03/10/12

Este é o dia visto pelo aluno Harton Carlos Sacramento da turma TRFA do 2º ano:


No passado dia 3 de outubro de 2012 a turma do TRFA 2º ano juntamente com o professor Cristóvão Oliveira fizemos uma extração de Mel.
Tinha  como objetivo não  só  a  extração desse  liquido precioso  como  também para nós, os  alunos, termos  uma  noção de  perto como  funciona o mundo das abelhas e saber como se extrai o referido liquido.
Primeiramente tivemos uma palestra para conhecer os  materiais e as suas finalidades para podermos lidar no habitat das  abelhas.
Em seguida mão a obra...

Apos a retirada das colmeias deixamos as  coisas dentro da  casa apícola.
Logo apos o almoço voltamos ao trabalho; é preciso tirar o mel dos quadros. 
Começa-se por desopercular (destapar) os alvéolos para que o mel escorra do favo,uma tarefa que foi  iniciada pelo professor e executada juntamente com os alunos.
De seguida os quadros são colocados no extractor, que pelo simples movimento de centrifugação, extrai o mel do interior dos favos, passando pelo processo de decantação para separar/limpar a cera, abelhas e outros elementos estranhos ao mel, que depois são armazenado para ser  todos reciclados.
Por último, uma ou duas semanas depois começa-se o embalamento do mel, para as embalagens de acordo com a preferência do consumidor.
Foi uma ótima experiencia para  mim, 
poder conhecer de  perto todas as etapas de  como se extrai o  mel  e  
conhecer umas  das  grandes  potencialidades que a  floresta nos  oferece.

Harton

Dia da Apicultura - Andreia Ramos - 03/10/12

Este é o dia visto pela aluna Andreia Ramos da turma TRFA 2º ano:

Iniciamos o dia 3 de Outubro de 2012 pelas 9h da manhã no núcleo de apicultura da escola profissional agrícola quinta da Lageosa, com a distribuição das várias tarefas do dia da Cresta.

Começamos pela distribuição das fardas de trabalho (fato de apicultor), pelas 10h fomos até ao apiário onde nos equipamos longe das colmeias para não corrermos o risco de ser picados.

Preparamos o fumo para inserir nas colmeias para que as abelhas baixassem para o ninho, começamos logo de seguida a retirar os quadros da colmeia, encontramos vários quadros sem mel, e duas das 4 colmeias tinham criação na caixa de cima, caixa essa que seria a de produção de mel, mas superamos a tarefa com bastante sucesso. 

De tarde dirigimos-nos ao núcleo de apicultura para começar a extração do mel, pusemos os quadros apoiados num recipiente na qual nós começamos a desoperculaçao dos vários quadros. O recipiente onde foi depositada a cera, tinha uma tampa perfurada pela qual escorreu o mel para o recipiente.

Colocamos os quadros na centrifugadora do mel; foi uma tarefa que nos manteve ocupados durante toda a tarde, tivemos também a visita de duas outras turmas ao núcleo apícola para verem o nosso trabalho.

Depois de todos os quadros limpos e centrifugados depositamos o mel na centrifugadora na qual o mel fica a decantar cerca de uma semana, para que as impurezas fiquem no cimo.

Depois o mel será enfrascado e essas mesmas impurezas ficarão no fundo da centrifugadora.

No fundo para a maioria dos alunos foi uma tarefa gratificante e muito enriquecedora para formação profissional.

ANDREIA RAMOS 

Dia da Apicultura - Vanessa Torres - 03/10/12

Este é o Dia da Apicultura visto e experienciado por Vanessa Torres, nº 18 da turma TRFA 2º


No dia 03 de Outubro de 2012, nós (alunos da turma TRFA do 2ºAno) realizamos uma atividade na escola intitulado o dia de apicultura.
 
Em primeiro lugar, começamos com a preparação do dia onde o professor de TIC e responsável pelo núcleo de apicultura nos explicou como é que nós iriamos efetuar a cresta, explicou-nos quais os materiais necessários. De seguida um grupo de alunos dirigiu-se para o apiário onde retiraram os quadros das colmeias. 

 
Os materiais necessários para levar ao apiário foram os seguintes: fumigador, saca quadros, espátula, escova e uma alça vazia para ir pondo os quadros da primeira colmeia a crestar. Depois de terminarem a cresta, levaram tudo para a casa apícola, onde iríamos fazer a extração do mel.
 
Logo após o almoço, pelas 14h10m, dirigimos-nos todos para a casa apícola, onde fomos fazer a extração do mel. Chegando à casa apícola, utilizamos os seguintes materiais para fazer a extração:  facas, extractor manual (centrifugador) e panelas para colocar o mel.
 
Depois de ter todos os materiais necessários para iniciar a extração do mel, retiramos os opérculos dos quadros (película de cera que sela o mel no interior dos favos). Depois de retirados os opérculos, o mel estava pronto a ser retirado dos favos com o auxílio do extrator. O mel saía dos favos por centrifugação. Depois de dar à manivela o mel começava a escorrer para a panela. 

 
Logo que as panelas estiveram cheias, o mel foi despejado para dentro da máquina onde irá ficar durante mais ou menos 10 dias. E assim finalizou o dia...

 
Para mim, foi mais um dia a recordar, face aquilo que foi a grande experiência da minha primeira cresta.

Vanessa

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Temperatura vs. Abelhas




Normalmente os apicultores deveriam ter um termómetro para controlarem quando a temperatura atinge um valor que não seja prejudicial às abelhas... Por exemplo  se a temperatura estiver baixa as abelhas estão concentradas na colmeia, para o aquecimento da mesma, e será complicado retirar os quadros. No entanto o principal problema seria o arrefecimento brusco da criação, o que poderia causar a perda da colmeia.

Nota: A temperatura apresentada (16 ºC) está no limiar de maneio da colmeia.

quinta-feira, 4 de outubro de 2012

Prova de Mel em Favo na Lageosa

Em breve segue um artigo sobre o dia da CRESTA aqui na Lageosa. Por enquanto podem ver e invejar a prova de Mel...


Enquanto o artigo aparece ou não, podem visitar o nosso álbum de fotografias do dia no facebook:

terça-feira, 2 de outubro de 2012

Preparação para o Dia da Apicultura - 03/10/2012

E assim iniciou o dia de preparação para o dia de apicultura de amanhã - CRESTA pelas 16h00
 
Alguns alunos da turma TRFA - 2º ano foram carregar alguns blocos...
 


 
 
Os blocos serviram para levantar a mesa de desopercular improvisada

 
DESOPERCULADOR IMPROVISADO
 
 
De seguida iniciou-se a montagem do Extractor adquirido para o efeito

 
EXTRACTOR TANGENCIAL DE 3 QUADROS
 
 
Finalizou a preparação pelas 17h15
 
Seguem alguns elementos pertencentes à apicultura lageosa...


Pequeno transformador para colar ceras:

 
 
 
 

Placa para instalar no apiário